5 motivos para você conhecer a saga Shákila!

Todo bom amante de fantasia que se preze é fã de seres místicos, uma boa aventura e personagens cativantes. É por reunir estas e mais diversas outras características que a literatura fantástica ao redor do mundo está recheada de títulos consagrados e histórias incríveis. No entanto, temos títulos de fantasia de autores nacionais que desconhecemos e que talvez possam despertar tanto interesse quanto as grandes histórias.

Hoje, resolvi reunir cinco principais motivos para que você, leitor, conheça a saga Shákila, que lançamos no ano passado. Tá a fim de conferir um livro novo no gênero que você já é apaixonado? Confira a lista!

História ambientada no Brasil

A Saga Shákila, cujo primeiro livro A Batalha Pelo Trono (adquira aqui) foi lançado no ano passado, conta a história de um garoto que vive num orfanato carioca sem saber quem o deixou lá ou o motivo que levaram os seus familiares a deixá-lo na instituição. Quando completa quinze anos de idade, porém, Pedro Werneck recebe uma carta de seus desconhecidos pais onde revelam a ele sua verdadeira identidade origem. Só aí ele descobre ser nascido em uma dimensão paralela à nossa, onde a presença humana não é tolerada.

A dimensão, cujo nome é Shákila, teve seu trono usurpado por um macabro ser e é Pedro o garoto responsável por organizar uma guerra civil que requer o trono de volta. Até aí, uma breve sinopse. O primeiro motivo para que você, leitor, conheça a saga, no entanto, é o fato de que ela lida com personagens e ambientações brasileiras.

É comum conhecermos fantasias que exploram lugares como Londres, EUA ou outros países e, portanto, a cultura destes países também é disseminada no decorrer da história. Quando voltamos os nossos olhos para o Brasil, não temos tanta referência de fantasia assim. Shákila tem a Cidade Maravilhosa como palco e a cultura brasileira é colocada como plano de fundo para que toda a história a seguir seja narrada.

Seres da mitologia clássica

Se você é um amante da fantasia, certamente é apaixonado por seres da mitologia clássica. Seja qual for o seu autor favorito, seres como grifodpdsas, unO livroicórnios trolls e orcs, sem dúvida têm um lugar reservado em seu coração de leitor.

Se você é um leitor de fantasia, certamente sempre sonhou montar e voar em um grifo. Estou errado?

Em Shákila, temos diversos seres da mitologia clássica norteando a história a medida que os cenários vão sendo descobertos e a dimensão shakilana é explorada.

Referências (e reverência) à seres criados por Tolkien, C. S. Lewis, J. K. Rowling, dentre diversos outros autores consagrados da fantasia literária, servem de espelho para preencher o cenário de Shákila.

Crítica Social

Acredito que não há melhor forma de se falar da realidade, senão usar uma analogia à ficção. É exatamente esta a proposta usada em Shákila.

A dimensão paralela, foi criada pelas forças da natureza de nosso mundo com o intuito de reger um lugar onde a presença humana não seria tolerada, em função da natureza da humanidade que é naturalmente perversa. O tempo inteiro, o propósito da criação de Shákila e o objetivo de fugir dos hábitos humanos, norteiam críticas sociais nas mais variadas camadas – mídia, governo e há trechos específicos onde são abordados temas como desmatamento e falta de amor ao próximo.

Sem perder o fio condutor da história, Shákila é costurada por críticas distintas e levanta a questão: afinal, a dimensão shakilana é realmente diferente da dimensão onde vivem os humanos?

Personagens e seus núcleos

Todos gostamos de entender mais sobre a vida dos personagens que compõem uma determinada história. Em Shákila, apesar de o livro ser narrado em primeira pessoa pelo protagonista, Pedro Werneck, cada personagem também tem seu núcleo particular e são explorados no decorrer do livro.

A medida que as páginas avançam, histórias relacionadas ao passado de cada um deles são citadas e nos faz entender um pouco mais porque cada um deles são como são. Prepare-se para lidar com temas como perda de entes queridos, amor, egoísmo, suicídio e limites individuais.

O segundo livro da série vem aí!

Bem, e como toda história de fantasia termina com aquele gostinho de quero mais, Shákila também não fica de fora.

O primeiro livro da série, A Batalha Pelo Trono, ganhará uma sequência chamada Shákila II: O Mistério da Guadiã, que será lançado no dia 09 de Novembro deste ano. O segundo livro (confira o booktrailer aqui), terá a pré venda aberta no fim do mês de Setembro.

Agora, os personagens já conhecidos pelo público retornam e se juntam à novos personagens em uma história que promete responder perguntas do primeiro volume e revelar que na verdade, a história real talvez não seja como o leitor conhece. Muito mistério, aventura e revelações costuram o enredo.

O segundo livro da série, Shákila II: O Mistério da Guardiã, será lançado no dia 09 de Novembro.

 

E aí? Convencido a conhecer mais sobre a Saga Shákila? Adquira o seu exemplar a preço promocional clicando aqui e se junte à nós no aguardo pelo segundo volume da série!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *